Declaração Econômico-Financeira do Banco Central do Brasil

De acordo com o Manual do DeclaranteRDE-IED) do Banco Central do Brasil, trimestralmente, as empresas brasileiras receptoras de investimento estrangeiro direto que apresentem ativo total ou patrimônio líquido igual ou superior a R$250 milhões, nas datas-base de 31/03, 30/06, 30/09 e 31/12, devem apresentar a Declaração Econômico-Financeira“Declaração”) ao Banco Central.
As empresas que registrarem ativo total ou patrimônio líquido abaixo desse valor precisarão apenas declarar o seu quadro societário atual ao Banco Central.
Com relação ao trimestre findo em 31 de março de 2017, o prazo final para a apresentação da Declaração é 30 de junho de 2017.
A equipe do Candido Martins Advogados está à disposição para auxiliá-los nesse assunto.